Poucos contos e alguns trocados.

terça-feira, 30 de junho de 2015

Metas mensais para 2015: Junho/Julho


Então, esta tag foi desenvolvida pelo blog Memórias de Uma Guerreira. Essa tag consiste em, no começo de cada mês, fazer uma lista de 5 a 10 metas para cumprir durante ele, de preferência que sejam fáceis de serem cumpridas. No final do mês, fazer um post explicando quais metas foram cumpridas e quais não foram. Se der tudo certo, no final do ano terá uma lista de 60 a 120 metas cumpridas! uhu! Cada mês devem-se renovar as metas.
REGRAS
  • Faça uma lista de 5 a 10 metas todo início de mês.
  • Volte ao final do mês com uma postagem comentando quais metas foram cumpridas ou não.
  • Não deixe de taguear o blog Memórias de Uma Guerreira dando os devidos créditos à tag desenvolvida.
  • Marque 5 blogs para fazerem também esta tag!
Metas para Junho:

1. Continuar caminhando, dessa vez 30 minutos três vezes por semana.

Não deu certo. Na verdade, eu caminhei menos que no mês passado.

2. Fazer um exercício pro peito (dessa vez vai)
Não foi.

3. Continuar estudando italiano.
Tinha até me esquecido dessa.

4. Botar ordem na minha vida, que está um caos.
Nem sei como fazer isso.

5. Fazer mais uma ou duas bonecas.
Nada.

6. Ir atrás de um curso de lingerie
Até fui, mas só tem de manhã e à noite, e fica meio contramão pra eu ir, aí ficou suspenso.

7. Escrever um conto de terror (fui incentivada pela Thainá, colega da Andy, cujo nome vai ser emprestado pra um dos personagens do conto, inclusive.)
Comecei. Mas não sei se vai valer a pena continuar, tá muito ruim.

1/7. Eu simplesmente deixei as metas de lado esse mês. Talvez no próximo mês eu consiga.

Metas para Julho

1. Fazer uma grade de horários pra mim, pra organizar a minha vida e nela incluir:

2. Caminhada (30 min. 3x por semana)

3. Italiano

4. Exercício pro peito
5. Crochê
6. Bonecas pra doar

Basicamente, ficou a mesma coisa. Vou encarar como uma segunda chance pra fazer as coisas e, amanhã mesmo, vou fazer a grade de horários.

Leiam os posts de Janeiro, Fevereiro, Março, Abril e Maio também.

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Os Três Porquinhos

Eu comprei quatro revistas de ponto cruz por 1 real num sebo aqui perto (e alguém ainda acha que não é um bom negócio frequentar sebos?) e, numa delas, tinha um trio adorável de porquinhos que eu resolvi bordar.
Olha só como eles apareciam na revista:


E eu comecei a bordar. Aqui, só o contorno:
Depois, comecei a "pintar":

E o primeiro porco completo ficou assim:
Esse rosa forte ficou horrível ali. Não entendo como puderam pôr no gráfico uma cor tão destoante. Os outros porcos eu "pintei" de outros tons de rosa, e ficaram um pouco melhores:

Fiquei frustrada. Queria que eles ficassem bonitinhos que nem na revista, mas não passou nem perto, mesmo com as cores claras. Trágico. Agora estou bordando uma vaca, que, aliás, já parece uma vaca.

Aqui, os gráficos, pra quem quiser se arriscar:



E, aproveitando o ensejo, reposto a minha versão de Os Três Porquinhos, que me matou de rir há uns dias:

Os três porquinhos

Era uma vez três porquinhos, que saíram da casa da mãe para morar sozinhos. O primeiro fez uma casa de madeira para si.

Aí, chegou o Lobo Mau e disse:

-Porquinho, abra essa porta, senão eu vou soprar... Soprar.... E derrubar sua casa!

-Não tem problema, respondeu o porquinho. Porque eu tenho seguro e meu plano cobre sopros de lobos.

Mas o lobo soprou, soprou, derrubou a casa e comeu o porquinho.

Moral da história: o seguro morreu de velho.

O segundo porquinho fez a casa de material. Apareceu o lobo e disse:

-Porquinho, abra essa porta, senão eu vou soprar... Soprar.... E derrubar sua casa!

-Ah, pois sopre! Acha que eu sou burro? Eu leio La Fontaine e sei que sopros de lobos não derrubam casas de material. Rá!

Mas o Lobo também lia La Fontaine e também não era burro, então pegou um pé de cabra, derrubou a porta, entrou na casa e comeu o porquinho.

Moral da história: Atualize-se.

O terceiro porco fez sua casa de doce, que nem a da bruxa do João e Maria.

Apareceu o lobo e disse:

-Porquinho, abra essa porta, senão eu vou soprar... Soprar.... E derrubar sua casa!

O porquinho respondeu:

-Por que vai soprar, se a porta é de chocolate e você pode comer?

O Lobo gostava muito de chocolate e resolveu comer a porta.

Quando ele terminou, já estava gordo de comer chocolate e sem fome nenhuma. Aí o porco assou o lobo.

Moral da história: não coma doces antes do almoço.

domingo, 7 de junho de 2015

Passeio de domingo

Hoje fomos ao Bom Abrigo, que é tipo um lugar ao qual recorremos quando não temos nada pra fazer. O lugar é bem bonito, à beira mar, e não tem nada pra fazer além de olhar a paisagem.



Mas o que eu queria falar é que, pela primeira vez na vida, eu fiz pedras quicarem na água. Foi tão... tão... tão mágico! No início eu não acreditei, porque eu joguei um pedaço de tijolo e ele quicou tipo sem querer! Só me caiu a ficha quando eu repeti a experiência, mais duas vezes. A Andy também conseguiu, só que a pedra dela quicou três vezes. A minha só pulou duas. Mas foi mágico!

Depois, como já era praticamente noite, os peixinhos começaram a pular pra pegar insetos que voavam sobre a água e os pássaros, a dar rasantes para pegar os peixes. Eles riscavam a água com o bico. Eu até filmei, mas não sei se dá pra ver muito bem.

video
Parece que tem uma criança brincando enlouquecidamente perto dali mas eu sinceramente não sei daonde vem esse barulho. O meu pai, que tava do meu lado, mal se ouve.

E uma foto minha, usando minha bota e minha blusa nova.

Esbanjando seduzência
Close na estampa maravilhosa da minha blusinha <3
E a bota nova

sábado, 6 de junho de 2015

Nightingale Queen

Não sei se contei pra vocês, mas andei viciando em Ever After High (assisti aos episódios no Netflix, mas vocês podem ver no site deles também). Apesar de (ainda) não gostar das bonecas, eu amo os vestidos delas. Bem na verdade, eu pensei até se compraria alguma das bonecas. Talvez a Madeline Hatter, filha do Chapeleiro Louco, ou a Kitty Cheshire, filha do Gato da Alice.

São fofinhas, não? Mas agora elas estão meio caras, vou esperar o preço baixar (bastante). Uns 50 pilas eu acho que pago. Sei o que vocês estão pensando: vai demorar pra caralho.

Tem outra personagem do desenho que eu adoro, que é a Raven Queen, filha da Rainha Má.

Só que a boneca é feia pacas.



Aí eu resolvi fazer a minha versão do vestido. Eu batizei a minha criação de Nightingale Queen, a Rainha Rouxinol, porque é a versão sweet do vestido da Raven.



É um amor, não?

Close no vestidinho

A Draculaura combinou muito com a personagem, não acham?

Eu escolhi Rouxinol porque achei que seria uma boa alternativa a "corvo", pela pura fofura que inspira. Faltou a bolsa e o cabelo, mas ignorem.